sábado, 5 de março de 2011

Bolacha Integral



Café da manhã de fim de semana é tudo de bom, pode durar hoooras, dá pra ser feito no alpendre, com calma e dá pra pensar!

Foi num desses, comendo um pacote de bolacha integral que tive um pensamento bem inspirador. Bem, o maior ponto de discórdia entre meu namorado e eu é: comportamento humano! Eu acho que o mundo é rosa e que todas as pessoas são boas ou, se esforçam para isso. Ele, por sua vez acha que são todos interesseiros, falsos e maldosos, e que “bonzinho só se fode”. Bom, onde ele inclui a si próprio e a mim, eu ainda não sei, talvez seja no limbo!

O fato é que passo cada minuto procurando um bom argumento para convencê-lo. E eis que hj eu reparei em um que a muito passava desapercebido. É a bolacha integral. Veja se concorda comigo:

Há alguns anos atrás, tipo 50, acho que as pessoas deviam ter nojo de comer grãos e biscoitos integrais em geral, bem, comida de pássaro. E então, o tempo foi passando. Não sei bem porque, alguém se decidiu em pesquisar grãos e sementes, e começou a brotar a idéia de que isso poderia fazer bem a saúde. E começou, tb não sei bem porque, surgir a necessidade de se cuidar da saúde. As pessoas passaram a ter essa preocupação, buscaram e confiaram em opiniões cientificas, e passaram a buscar alimentos integrais!

Isso, mudou o mundo! Sim, mudou o comércio, que começou a olhar pra essa procura, como uma forma de ganhar dinheiro, sim, mas as pessoas, com um interesse bom, tiveram o poder de mudar a Nestlé que faz minha bolachinha de embalagem fosca.
Ok, isso nos mostra muitos fatores positivos acerca do sentimento humano e do
caminho da humanidade!

Primeiro: as pessoas mudam, para melhor! Sim, elas tiveram o discernimento de optar por alimentos menos prazerosos, e mais saudáveis, passaram a respeitar seus corpos, abdicar da “vida louca”.

Segundo: apesar de não parecer NÓS, mandamos na economia e no comércio e não somos simplesmente marionetes do marketing!

Claro, muitas questões ainda estão em aberto. Podes argumentar que o motivo da pesquisa foram fazendeiros que queriam lucrar com um produto fácil de cultivar. E que as pessoas aderiram aos tais alimentos saudáveis para terem corpos esculturais, numa cultura vazia e materialista. Mas, bem, é tudo questão de ponto de vista.

Um comentário:

  1. Concordo que a idéia da união de bolacha com grãos e sementes, independentes serem eles restos de lavouras ou modificados geneticamente, é um fator positivo à nossa coletividade. Mas "Nestlé" é que nem a palavra "amor" ou "feiúra" ou "abraço"; Substantivo Abstrato.. e a gente trata como Deus, que é Substantivo Concreto.

    Mesmo assim, sempre fico feliz em saber que eu ainda não a convenci! :) BJOS

    ResponderExcluir

Nos eduquemos juntos.