sexta-feira, 2 de agosto de 2013

novos tempos

Eu venho de um tempo em que
o amor não era negociado no mercado
era compartilhado
a cura não vinha em comprimido industrializado
o respeito não tinha que ser conquistado
o conhecimento não era cobrado 
a criatividade não era um bem padronizado
a liberdade não era algo comprado
ninguém nascia devedor do Estado
ninguém era comandado
o céu era apreciado
eu nunca estava atrasado
o oprimido não era marginalizado
Eu venho de um tempo futuro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nos eduquemos juntos.